Site Overlay

Vale e Petrobras foram as principais pressões negativas do Ibovespa

O Ibovespa registrou recuo nesta segunda-feira (25), com a Vale e a Petrobras sendo as principais pressões negativas do indicador, em dia marcado por preocupações de medidas de isolamento social na China, que influenciaram na queda dos preços de minério de ferro e do petróleo.

Mas, apesar da baixa nos ativos das empresas de commodities, quem dominou as quedas do principal indicador da bolsa brasileira foi a empresa de alimentos BRF, seguida pela Companhia Siderúrgica Nacional.

Por outro lado, as ações da empresa de educação Cogna lideraram as altas do Ibovespa, e depois vieram os papéis da empresa de energia elétrica Cemig.

Commodities

Entre as empresas de commodites listadas no indicador, apenas Usiminas teve desempenho positivo na sessão desta segunda-feira. Confira abaixo:

TickerCotação em R$Variação em % CSNA3 R$ 21,43-2,64 GGBR4 R$ 27,7-2,02% VALE3 R$ 79,08-1,7% PETR4 R$ 30,11-1,47% RRRP3 R$ 43,37-0,21% PETR3 R$ 33,14-0,69% PRIO3 R$ 24,7-0,9%USIM5R$ 12,171,93%

BRF e Sid Nacional

A BRF (BRFS3) teve queda de 3,65%, em R$ 13,98. Já Sid Nacional (CSNA3) caiu 2,64%, para R$ 21,43.

Cogna e Cemig

Na sessão, Cogna (COGN3) valorizou 3,57%, em R$ 2,61. Cemig (CMIG4) teve alta de 2,87%, para R$ 21,43.

  • Confira mais destaques, assista ao Boletim InvestNews:

*Com informações de agências.

Veja também