Site Overlay

Como declarar venda de veículo no Imposto de Renda? Veja 5 dicas

Além dos bens que possui, o contribuinte que estiver obrigado a declarar o Imposto de Renda em 2022 precisa prestar informações daqueles que foram vendidos em 2021 – incluindo veículos. 

Veja abaixo algumas perguntas comuns entre contribuintes que não sabem como declarar venda de veículo no Imposto de Renda. Para elaborar as respostas, o InvestNews ouviu Fabiano Azevedo, contador parceiro da Omie.

Como declarar venda de veículo no Imposto de Renda?

Todo contribuinte que comprou, vendeu ou continua com algum veículo deve prestar essa informação na declaração de ajuste anual do Imposto de Renda, caso esteja obrigado a entregar a declaração pelas regras estabelecidas pela Receita Federal. 

É muito importante dizer que nem todos os contribuintes estão obrigados a prestar a declaração de ajuste anual do Imposto de Renda, mas quem está obrigado a declarar, por qualquer exigência, precisa informar o veículo, independente do valor de compra.

Em qual campo essa informação deve ser preenchida?

O programa de ajuste anual da declaração de Imposto de Renda tem fichas, e cada ficha deve ser utilizada de acordo com as exigências. Para declarar um automóvel, o contribuinte precisa selecionar a ficha de Bens e Direitos e ter em mãos o número do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores).

Em caso de compra de outro veículo, como informar?

Caso o contribuinte compre um outro veículo, segue a regra de incluí-lo no campo Bens e Direitos e escolher o código 21 – “Veículo Automotor Terrestre: caminhão, automóvel, moto etc.”. 

No momento de preenchimento dos dados do novo veículo, o contribuinte deve selecionar o código do Brasil (105) e inserir o Renavam (Registro Nacional de  Veículos Automotores) no campo. 

Também é importante inserir no campo “Discriminação” informações como a cor do carro, o modelo, a marca, o ano de fabricação, as informações do vendedor e a forma de compra. É preciso ainda inserir a forma como o carro foi adquirido (se financiado ou à vista). Isso também é uma maneira de informar à Receita Federal se você direcionou recursos financeiros ou não para a aquisição desse novo bem.

Importante ressaltar que, se o carro foi comprado em 2021, é necessário deixar em branco o campo “Situação em 31/12/2020 (R$)” e inserir o valor no campo “Situação em 31/12/2021 (R$)”. Lembrando que se o carro foi financiado, é preciso lançar o valor que foi efetivamente pago e colocar no campo “Discriminação” as informações sobre o financiamento.

Se o valor do carro vendido foi utilizado para a compra de outro veículo, como declarar?

Em relação ao carro que foi vendido, na ficha de bens e direitos, o contribuinte vai deixar o valor do carro, que já vinha sendo declarado, no campo “Situação em 31/12/2020 (R$)”. O campo “Situação em 31/12/2021 (R$)” não deve ser preenchido. 

Além disso, o contribuinte vai inserir no campo “Discriminação” que o veículo foi vendido por determinado valor, com as informações do comprador (nome e CPF). Vai informar também que esse valor foi utilizado para adquirir um novo veículo, inserindo a data de compra, o nome com CNPJ ou CPF do vendedor do novo veículo e a forma de pagamento.

Após isso, o contribuinte vai inserir na ficha de bens e direitos o novo veículo, escolhendo o código 21 – “Veículo Automotor Terrestre: caminhão, automóvel, moto etc.”, não preenchendo o campo “Situação em 31/12/2020 (R$)” e preenchendo no campo “Situação em 31/12/2021 (R$)” o valor que pagou pela aquisição do novo veículo. 

Também é importante lembrar de colocar no campo de “Discriminação” desse novo veículo informações como a cor do carro, o modelo, a marca, o ano de fabricação, as informações do vendedor e a forma de compra.

Se um contribuinte não declarava o carro como bem nos anos anteriores, como informar a venda agora?

Primeiro de tudo, é importante analisar se o contribuinte está obrigado a declarar o Imposto de Renda. Em caso afirmativo, é preciso analisar se, no ano que o carro foi adquirido, esse contribuinte também estava obrigado a entregar a declaração. Caso sim, precisará retificar.

Fabiano Azevedo, contador parceiro da Omie, dá dicas de como declarar venda de veículo no Imposto de Renda. (Foto: Divulgação) Fabiano Azevedo, contador parceiro da Omie, dá dicas de como declarar venda de veículo no Imposto de Renda. (Foto: Divulgação)

Veja também