Site Overlay

Auxílio Brasil: como consultar pelo CPF para saber quem tem direito a receber

O Auxílio Brasil, programa de benefícios sociais do governo federal e que substitui o Bolsa Família, vai ter o pagamento das parcelas de agosto de R$ 600 a partir da próxima terça-feira (9). O valor da parcela de R$ 600 será paga até o mês de dezembro deste ano após aprovação da PEC dos Benefícios.

O pagamento de agosto foi antecipado neste mês. Antes da mudança, os pagamentos eram feitos nos últimos dez dias úteis de cada mês. O calendário do restante do ano não foi alterado.

Quem já recebe o Vale Gás soma esse valor (R$ 120) ao novo valor do Auxílio Brasil em agostototalizando uma quantia de R$ 720. 

imagem03-08-2022-23-08-45Real Moeda brasileira. Crédito: Agência Brasil

Como consultar o Auxílio Brasil pelo CPF?

A consulta do benefício pode ser feita através do número do CPF. Para isso, é preciso baixar o aplicativo do Auxílio Brasil, disponível para o sistema operacional Android, e para os smartphones iOS.

Após fazer o download, abra o aplicativo e clique em acessar. Há duas opções de acesso:

  • Quero entrar com a minha senha do aplicativo CAIXA Tem: clicando nessa opção você deverá digitar o seu CPF, clicar no botão PRÓXIMO e utilizar a mesma senha do CAIXA Tem para acessar as informações do seu benefício;
  • Quero entrar com a minha senha do App Auxílio Brasil – clicando nessa opção você deverá digitar o seu CPF, clicar no botão PRÓXIMO e utilizar a mesma senha do aplicativo Bolsa Família, FGTS, Trabalhador ou a cadastrada no App Auxílio Brasil.

Caso ainda não possua acesso a nenhum aplicativo Caixa, será necessário realizar o seu cadastramento.

Também é possível consultar por meio de ligação telefônica, pelo número 0800 707 2003, das 7h às 19h, de segunda a sexta. Aos finais de semana e aos feriados, das 10h às 16h. A ligação é gratuita.

auxilio brasilPrograma Auxílio Brasil | © Marcello Casal jr/Agência Brasil

Quem tem direito ao Auxílio Brasil?

  • Famílias em situação de extrema pobreza;
  • famílias em situação de pobreza;
  • famílias em regra de emancipação.

As famílias em situação de extrema pobreza são aquelas que possuem renda familiar mensal per capita de até R$ 105 e as em situação de pobreza com renda familiar mensal per capita entre R$ 105,01 e R$ 210.

Já as famílias em emancipação são aquelas que já participam do programa cuja renda ultrapassou o valor da linha da pobreza (R$ 200). Elas continuam recebendo o auxílio por mais 2 anos, desde que a renda familiar mensal per capita não supere em duas vezes e meia o valor da linha de pobreza, ou seja, R$ 500,00.

Quem não tem CPF pode receber o Auxílio Brasil?

Para o recebimento de benefícios, o número do Cadastro de Pessoa Física (CPF) deve ser o principal meio de identificação do responsável familiar. No entanto, também será possível o uso do Número de Identificação Social (NIS) para identificação das famílias, mas de forma transitória.

O Ministério da Cidadania vai regulamentar a transição para a obrigatoriedade de utilização do CPF.

Preferencialmente, a titular dos benefícios do Auxílio Brasil será a mulher, devendo ser ela indicada como responsável familiar no Cadastro Único (CadÚnico).

imagem03-08-2022-23-08-46Dinheiro, Real Moeda brasileira

Como saber se fui aprovada(o) para receber o Auxílio Brasil?

Se o cadastro foi aprovado para receber o benefício, o cidadão deve consultar o Cadastro Único (CadÚnico), plataforma do governo federal que controla os programas assistenciais. A consulta pode ser feita no site ou pelo app.

Inscrição no Cadúnico garante o recebimento do Auxílio Brasil?

A inscrição da família no Cadastro Único para programas sociais é um requisito indispensável para receber o benefício. Além disso, as famílias devem se enquadrar nos critérios de renda estabelecidos em lei.

No entanto, apenas a inscrição no Cadastro Único não basta para garantir a entrada no programa. Para adesão ao programa depende da atualização cadastral e orçamento para ampliar os pagamentos do governo federal.

imagem03-08-2022-23-08-47

Qual o calendário de pagamento do Auxílio Brasil?

As famílias beneficiadas recebem conforme o número final do Número de Identificação Social (NIS) – que deve ser criado por meio do Cadastro Nacional de Informações Sociais (Cnis), base que reúne os dados de quem recebe benefícios sociais – do responsável pelo grupo familiar.

Ou seja, quem tem o último digito do NIS terminado em 1 recebe no primeiro dia de pagamento, quem tem o último digito do NIS terminado em 2 recebe no segundo dia de pagamento, e assim por diante.

2022JANFEVMARABRMAIJUNJULAGOSETOUTNOVDEZFinal do NIS DIA DIA DIA DIA DIA DIA DIA DIA DIA DIA DIA DIA 118111816181719917181710219121919191820102019181332017222020212111212019144211823222122221222212215522192423242323152322231662522252625242616242524177262326272625271727262520827242928272828182827262192825302928292919292829220292631303130302230293023

Quais as modalidades de benefícios?

O Auxílio Brasil está dividido em dois núcleos: um básico, com três benefícios, e um suplementar, com seis.No núcleo básico, os benefícios são os seguintes:Benefício Primeira Infância: para famílias com crianças de até 3 anos incompletos. O benefício será de R$ 130 por criança nessa faixa etária, limitado a cinco benefícios por família.Benefício Composição Familiar: para famílias com gestantes, ou pessoas de 3 a 17 anos de idade, ou de 18 a 21 anos matriculados na educação básica. O valor do benefício será R$ 65 por pessoa, também limitado a cinco benefícios por família.Benefício de Superação da Extrema Pobreza: será pago se, mesmo após a soma dos demais benefícios do núcleo básico, a renda mensal per capita da família continuar abaixo da linha de extrema pobreza (R$ 100).

Algumas famílias que cumprirem determinadas condições poderão receber seis benefícios como acréscimo ao benefício básico:

Auxílio Esporte Escolar: destinado a estudantes de 12 a 17 anos incompletos que se destaquem nos Jogos Escolares Brasileiros e sejam membros de famílias que recebam o Auxílio Brasil. O auxílio terá 12 parcelas mensais de R$ 100 para o estudante. A família receberá uma parcela única de R$ 1 mil.

Bolsa de Iniciação Científica Junior: pago a estudantes com bom desempenho em competições acadêmicas e científicas de famílias beneficiárias do Auxílio Brasil. Os valores são os mesmos do Auxílio Esporte Escolar.

Auxílio Criança Cidadã: pago ao responsável por família com filho de até quatro anos incompletos que consiga fonte de renda, mas não encontre vaga em creches públicas ou privadas da rede conveniada. O valor será pago até a criança completar 48 meses de vida.

Segundo o decreto que regulamenta o Auxílio Brasil, as famílias com matriculadas em turno parcial receberão R$ 200, e as famílias com filhos em turno integral receberão R$ 300.

Auxílio Inclusão Produtiva Rural: será concedido às famílias beneficiárias do Programa Auxílio Brasil que possuam em sua composição agricultores familiares. Segundo o decreto, o benefício será pago em parcelas mensais de R$ 200. Não é permitido o pagamento de mais de um auxílio por pessoa e por família.

Auxílio Inclusão Produtiva Urbana: beneficiários do Auxilio Brasil que comprovarem vínculo de emprego com carteira assinada receberão R$ 200 por mês. O recebimento é limitado a um auxílio por família ou por pessoa.

Benefício Compensatório de Transição: destinado a famílias que recebiam o Bolsa Família e tiveram perdas na migração para o Auxílio Brasil. Esse benefício será concedido durante a implementação do novo programa e será mantido até que o valor recebido pela família supere o do Bolsa Família ou até que a família deixe de se enquadrar nos critérios de elegibilidade.

imagem03-08-2022-23-08-47Mulher carrega caixa de doações de alimentos na favela da Capadócia, em São Paulo 01/05/2020 REUTERS/Amanda Perobelli

Veja também: